Prefeitura constrói nova Escola Nina Gardemann para substituir estrutura em madeira

Prefeitura constrói nova Escola Nina Gardemann para substituir estrutura em madeira

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Ensino (SME), iniciou a construção da novidade estrutura da Escola Municipal Nina Gardemann (zona oeste). A unidade foi construída em 1980, ou seja, há 44 anos, e ainda possuía estrutura em madeira. Com isso, a unidade que possuía superfície construída de 1.536,30 m2 e contava com seis salas de lição passará a ter 2.611,38m² e 12 salas de lição modernas e equipadas, além de duas salas de contraturno, sala de informática, sala de recursos, livraria, ambientes administrativos e de serviço.

Foto: Emerson Dias / NCom

A estrutura em madeira já foi demolida e toda a unidade será construída em alvenaria. Exclusivamente a superfície da quadra poliesportiva vai permanecer, por já estar dentro das normas vigentes, além de ser coberta. Ela receberá manutenção, uma vez que pintura e reparos. Depois a inauguração da novidade unidade, serão inseridos novos móveis e equipamentos necessários, uma vez que aparelhos de ar-condicionado, fogão, geladeira, eletrodomésticos, entre outros itens.

A unidade tem, no momento, 217 alunos, os quais foram realocados para o Multíplice Educacional Educa, no período da manhã e tarde, durante a vigência das obras. A previsão do término é março de 2025. A empresa que está executando o serviço, contratada por meio de processo licitatório, é a Reconstrul. O investimento do Município para essa reconstrução e ampliação é de R$ 9.040.000,00.

Foto: Emerson Dias / NCom

Esse ano, a Prefeitura de Londrina está reconstruindo cinco escolas municipais para substituir unidades que atualmente têm estrutura de madeira. Trata-se de uma grande ação do Executivo, em atendimento a uma reivindicação muito antiga da população, e que trará mais conforto, segurança e acessibilidade para toda a comunidade escolar. As escolas municipais que receberão novos prédios são a citada Nina Gardemann (zona oeste); Hikoma Udihara (zona leste); Carlos Zewe Coimbra (zona leste); Mábio Gonçalves Palhano (zona sul); e Francisco Pereira de Almeida Júnior (zona leste).

Para a secretária municipal de Ensino, Maria Tereza Paschoal de Moraes, esta iniciativa representa um grande passo para a ensino do Município de Londrina. “É uma das mais importantes ações de infraestrutura da Secretaria de Ensino. Os alunos, professores, diretores e todas as pessoas que atuam nestas escolas contarão com prédios melhores e mais acessíveis, podendo dispor de ambientes mais confortáveis”, ressaltou.

*Informações e Imagens Prefeitura de Londrina