Sistema do Serpro para gestão de multas agora permite pagamentos por PIX

Sistema do Serpro para gestão de multas agora permite pagamentos por PIX

Novidade já foi adotada pelo município do Rio de Janeiro. Até o momento, infrações podem ser quitadas de forma instantânea unicamente por clientes do Banco Santander

 

O Radar, sistema desenvolvido pelo Serpro para gestão de multas pelos órgãos autuadores, agora vai permitir o pagamento das infrações por PIX. A novidade estreia no município do Rio de Janeiro e poderá ser utilizada por qualquer conta em qualquer banco conveniado. Por enquanto, está disponível unicamente para pagamentos de clientes do Banco Santander, mas o Radar será adequado gradativamente para suportar convênios PIX com outras instituições financeiras.

“A novidade funcionalidade de pagamento está pronta para ser adotada por qualquer um dos 60 órgãos autuadores que utilizam o Radar”, explica o superintendente de Relacionamento com Clientes do Serpro, Brenno Sampaio. A previsão é de que todos esses órgãos já comecem a utilizar o PIX ainda em 2024, incluindo os demais municípios, DETRANs, DERs e a Filial Pátrio de Transporte (ANTT) .

Segundo o superintendente, a tecnologia não só oferece mais praticidade no pagamento das multas, mas também garante maior transparência e destreza no recebimento de valores pelos órgãos atuadores, contribuindo para redução das filas de atendimento nas instituições bancárias.

Ciclo de vida

Com o Radar, todo o ciclo de vida da infração é gerido pelo órgão autuador. A unificação dos procedimentos traz economia com infraestrutura, recursos humanos, tempo e burocracia. São diversos serviços interligados, que incluem desde a tecnologia de sensação das infrações junto aos Correios, passando pela notícia com o talonário eletrônico e os sistemas financeiros dos bancos conveniados. O sistema é utilizado pela prefeitura do Rio de Janeiro, outros cinquenta e três municípios, nove órgãos da esfera estadual (incluindo o DER-DF e o Detran Bahia), e um órgão autuador federalista (ANTT).

Por: Serviço Federalista de Processamento de Dados (Serpro)