Linha de transmissão vai garantir mais confiabilidade na rede elétrica em SP

Linha de transmissão vai garantir mais confiabilidade na rede elétrica em SP

Obras têm previsão de R$329 milhões em investimentos e devem gerar 822 empregos diretos

O lote 10 do Leilão de Transmissão ANEEL 1º/2024, realizado nesta quinta-feira (28/03), vai proporcionar a ampliação de uma subestação e a construção de uma novidade risco de transmissão no estado de São Paulo.  A novidade Risca de Transmissão tem objetivo de aumentar a confiabilidade e varar as dificuldades para liberação da LT 230 kV Botucatu – Capão Bonito para intervenções.

A teoria é que a medida que a novidade risco se aproxima da extensão urbana do município de Capão Bonito (SP), na chegada da subestação, o traçado siga via rodovia, gerando menos impacto ao meio envolvente e à sociedade. Já a ampliação da subestação visa prometer o reforço sistêmico na região de Taubaté, a termo de atender modificações na rede de distribuição.

Para o ministro de Minas e Força, Alexandre Silveira, a obra trará mais segurança e confiabilidade para a rede no estado. “São obras necessárias para prometer mais segurança, qualidade no fornecimento de robustez elétrica, além de geração de ocupação e renda para a população”, destacou.

A estimativa é que durante a tempo de construção sejam gerados 822 empregos diretos. O investimento previsto é de R$329 milhões com duração de 48 meses de obras.

LEILÃO DE TRANSMISSÃO

O Leilão de Transmissão ANEEL 1º/2024 completará uma sequência de certames visando as grandes obras de infraestrutura e interligações já licitadas pelo Governo Federalista. Oriente é considerado o segundo maior Leilão de Transmissão na história, detrás unicamente do Leilão de Transmissão nº 2/2023, realizado em dezembro do ano pretérito.

O torneio prevê 15 lotes em 14 estados com investimentos previstos de R$18,2 bilhões. O leilão se destina à construção e manutenção de 6.464 quilômetros em linhas de transmissão novas e seccionamentos e de 9.200 mega-volt-ampères (MVA) em capacidade de transformação.

 

Por: Ministério de Minas e Força (MME)