Governo Federal alinha ações para atender população do Espírito Santo

Governo Federal alinha ações para atender população do Espírito Santo

O ministro substituto do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Miséria, André Quintão, participou de reunião com o ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, com o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, e com parlamentares representantes do estado. O objetivo do Governo Federalista é ler estratégias para atender a população impactada pelas enchentes.

A reunião foi realizada nesta terça-feira (26.03), em Brasília (DF), e contou também com representantes do Ministério da Saúde e do Ministério do Meio Envolvente e Mudança do Clima, da Resguardo Social, do Instituto Brasílio do Meio Envolvente e dos Recursos Naturais (Ibama), e integrantes de outros órgãos da esfera federalista.

O grande objetivo dessa ação conjunta é cuidar dessas famílias”

ministro substituto do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Miséria, André Quintão

“Estamos trabalhando integrados com os demais ministérios desde o início dessa tragédia, sob a orientação do presidente Lula”, explicou André Quintão. “Nossas equipes estão dedicadas a orientar os gestores nos municípios sobre porquê acessar os recursos para fortalecer as pessoas, nesse momento emergencial. O grande objetivo dessa ação conjunta é cuidar dessas famílias”, completou.

O ministro substituto também elencou medidas que o MDS pode ler para chegar à população mais afetada, porquê ações de segurança cevar e nutricional e repasse de recursos. Um dos trabalhos de orientação, citado por ele, consiste em facilitar os gestores locais nos procedimentos de enunciação de situação de emergência ou estado de calamidade – situações que justificam o pagamento unificado do Bolsa Família, com quebra do escalonamento do calendário.

Escora ao Sudeste

No último sábado (23.03), foi organizada reunião de suporte técnico com mais de 250 pessoas dos quatro estados do Sudeste e representantes das Secretarias Nacionais de Assistência Social (SNAS), Segurança Cevar e Nutricional (Sesan), Renda de Cidadania (Senarc) e do Meio Pátrio de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad).

A SNAS apresentou a revista “Emergências no SUAS: o que fazer”, que oferece orientações para atuação em situações de crise, com foco na proteção social das famílias atingidas pelas chuvas.

Por: Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Miséria