Distribuição de medicamento para a hanseníase é regularizada

Distribuição de medicamento para a hanseníase é regularizada

Remédio usado para o tratamento da doença volta a ser distribuído para estados e municípios, posteriormente problema com o fornecimento que é feito por produtor internacional

 

O Ministério da Saúde informa que a distribuição do medicamento para o tratamento da hanseníase começou a ser realizada nesta quarta-feira (27) para estados e municípios, posteriormente a suspensão temporária do fornecimento.

Os medicamentos utilizados no tratamento de primeira traço da hanseníase, a poliquimioterapia única e a clofazimina são fornecidos ao Brasil por meio de doação do Programa Global de Hanseníase da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Instalação Novartis. Vale primar que existe somente uma fábrica no mundo que produz o medicamento e que problemas com a fábrica significam a falta do remédio em todos os países.

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação e do Multíplice Econômico-Industrial da Saúde (Sectics), Carlos Gadelha, participou de uma reunião com o grupo da hanseníase e afirmou que a situação dos remédios foi regularizada posteriormente reunião envolvendo todas as áreas competentes da pasta.

“A hanseníase tem uma subida prioridade para distribuição de medicamentos neste governo. Inclusive estamos avançando em um programa de produção de inovação, em que temos sempre um diálogo franco com a sociedade para unir e construirmos juntos uma melhor qualidade de vida aos brasileiros”, disse Gadelha.

O secretário reforçou que asseverar a adequada assistência à população, assim uma vez que prometer o entrada a medicamentos de compra centralizada, também são prioridades da atual gestão do Ministério da Saúde. A pasta segue atenta ao cumprimento dos prazos contratuais e aos cronogramas de entrega para o adequado aprovisionamento de medicamentos na Rede de Atenção à Saúde.

Por: Ministério da Saúde