Anvisa suspende lotes do Suplemento Alimentar de Bacillus clausii da marca Neogermina

Anvisa suspende lotes do Suplemento Alimentar de Bacillus clausii da marca Neogermina

A Sucursal Pátrio de Vigilância Sanitária (Anvisa)  suspendeu a comercialização, distribuição e uso de quatro lotes do Suplemento Cevar de Bacillus clausii da marca Neogermina. A medida foi tomada depois notícia de recolhimento voluntário emitido pela empresa Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A., CNPJ nº 05.161.069-0001-10.

Os lotes suspensos são:

  • NGA00223 (Validade: 07/2025)
  • NGA00323 (Validade: 07/2025)
  • NEG00323 (Validade: 07/2025)
  • NEG00523 (Validade: 07/2025)

O que motivou a publicação das medidas preventivas?

A medida foi motivada pelo expedido de recolhimento voluntário guiado pela empresa Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica SA – CNPJ: 05.161.069-0001-10, devido à presença de partículas estranhas nos referidos lotes (meandro de qualidade no resultado).

Porquê reconhecer os produtos suspensos?

Se tiver um frasco do Neogermina em moradia, verifique na caixa de embalagem ou no rótulo do frasco o número do lote. Se seu lote for um dos relacionados supra, entre em contato com o SAC da empresa pelo telefone 0800 979 9900 ou pelo e-mail [email protected] .

O que é o recolhimento?

O recolhimento de provisões tem o objetivo de retirar do mercado produtos que  representem  risco  ou  perda  à  saúde  do consumidor.

Há  dois  tipos  de  recolhimento: o voluntário e o determinado. O recolhimento  voluntário é iniciado  pela  empresa  responsável  pelo resultado ao identificar uma situação de risco sanitário e confere maior prontidão para imediata e eficiente retirada do mercado de consumo, considerando as medidas de controle de qualidade adotadas pela empresa.

Já o recolhimento determinado é estabelecido pela Anvisa, porquê medida preventiva de risco ou perda à saúde do consumidor, caso não seja realizado voluntariamente pela empresa responsável pelo resultado.

É obrigação da empresa interessada realizar o recolhimento de produtos que representem risco ou perda à saúde do consumidor, imediatamente depois a ciência do trajo, conforme procedimentos estabelecidos na legislação sanitária.

O recolhimento de provisões faz secção das Boas Práticas de Fabricação e é regulamentado na Anvisa pela Solução da Diretoria Colegiada – RDC nº 655, de 24 de março de 2022 , que dispõe sobre o recolhimento de provisões e sua notícia à Anvisa e aos consumidores.

Para saber as regras de recolhimento, basta acessar a Biblioteca de Alimentos . Para acessar o documento de Perguntas e Respostas sobre recolhimento de provisões, clique aqui .

Já para saber outras medidas preventivas de fiscalização adotadas pela Anvisa, clique aqui .

Por: Sucursal Pátrio de Vigilância Sanitária (Anvisa)