Abin assina primeiro Plano de Transformação Digital com Gestão

Abin assina primeiro Plano de Transformação Digital com Gestão


A Dependência Brasileira de Perceptibilidade (Abin) assinou, na última sexta-feira (22/03), o seu primeiro Projecto de Transformação Do dedo (PTD) com o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI). A Dependência é o sexto órgão a pactuar o seu instrumento de planejamento de transformação do dedo em 2024.  Além da Abin, os seguintes órgãos já pactuaram seus PTDs: Dependência Vernáculo de Vigilância Sanitária (ANVISA), Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Negócio e Serviços (MDIC), Dependência Vernáculo de Saúde Suplementar (ANS), Ministério da Cultivação e Pecuária (MAPA) e o Ministério das Comunicações (MCOM).

O PTD da Abin está desempenado com as diretrizes da Estratégia de Governo Do dedo (EGD), de modo que o engajamento da Dependência visa, principalmente, possibilitar que os órgãos e entidades da Gestão Pública Federalista e, mormente, do Sistema Brasiliano de Perceptibilidade (Sisbin) disponham de serviço de notícia segura de Estado, garantindo a proteção de conhecimentos sensíveis relativos aos interesses e à segurança do Estado e da sociedade.

“Em nenhum outro momento eu senti a ABIN tão integrada ao governo porquê está agora, o grande proveito que temos com esse conciliação é essa proximidade na Abin de trazer não só avanços para ela própria, mas também para toda a Gestão Pública Federalista” ressaltou a secretária-executiva do MGI, Cristina Mori.

Entre os destaques do Projecto da Abin estão a geração de um aplicativo para notícia segura de Estado e o desenvolvimento de uma plataforma de perceptibilidade para o Sistema Brasiliano de Perceptibilidade (Sisbin). Esses dois produtos estão previstos para serem entregues entre outubro e dezembro de 2024. No que se refere ao Eixo de Interoperabilidade, estão previstas ações para realização de diagnósticos, a teorema de integrações de bases de dados da Abin e de outros órgãos no Sisbin.

Luis Fernando Corrêa, diretor-geral da Abin, comentou sobre a geração do aplicativo de notícia segura e ressaltou que “esse projeto, além de atender nossas demandas, também entrega um pouco que a Gestão Pública Federalista pode usar, um sistema de notícia com criptografia de Estado, e não será somente centralizada na Abin, cada unidade de governo poderá ter seu próprio servidor, tenho certeza que esse e um grande progresso para a segurança do país”. 

Já Diego Serpa, gerente de Transformação Do dedo da Abin, reforçou a valia da geração do aplicativo de notícia segura. “A perceptibilidade brasileira atualmente depende demasiadamente de aplicativos de terceiros para notícia. Com o PTD, estamos introduzindo uma solução que garante uma notícia totalmente segura, promovendo uma proteção robusta dos dados”, reforçou.

Outros itens importantes no planejamento estão a Unificação de Canais Digitais, que envolve a implantação do Design System Gov.br no pipeline de desenvolvimento da Abin, a implementação de um login único para o app de notícia segura e para a plataforma Sisbin e a melhoria de qualidade dos serviços públicos, que inclui a implantação de ferramentas de avaliação de satisfação dos produtos de perceptibilidade na plataforma Sisbin e no app de notícia segura.

Os Planos de Transformação Do dedo dos órgãos e entidades são instrumentos de planejamento que possibilitam a eles atingirem os objetivos estabelecidos na Estratégia de Governo Do dedo (EGD), com ações voltadas, principalmente, para transformação do dedo de serviços, unificação de canais digitais, interoperabilidade, segurança e privacidade, com foco na melhoria da qualidade dos serviços públicos digitais prestados aos cidadãos brasileiros.

Com as pactuações dos PTDs, a Secretaria de Governo Do dedo procura fortalecer o base a órgãos e entidades com a oferta de metodologias e produtos do seu portfólio, porquê utensílio de solicitação e seguimento dos serviços públicos, login único GOV.BR, assinatura do dedo GOV.BR, utensílio de avaliação da satisfação dos usuários, integração de bases de dados do governo federalista (Conectagov), entre outros.